Gestão de Negócios

Você sabe mesmo como fazer uma boa gestão de estoque?

novembro 13, 2018
Tempo de leitura 4 min

Você já deve estar cansado de saber que o estoque é uma das áreas mais sensíveis de uma empresa, independentemente do seu porte. Logo, qualquer erro nesse setor traz perdas, que, se forem frequentes, colocam em risco a saúde financeira do negócio.

No entanto, uma boa gestão de estoque é algo difícil de ser feito, ainda mais se não forem seguidos alguns procedimentos básicos. Se você lida com problemas na hora de armazenar seus produtos, acompanhe as dicas do texto e confira estratégias simples para aumentar a eficiência nesse processo. Boa leitura!

Tenha regras claras

Essa primeira dica parece óbvia. Entretanto, por parecer simples, muitos vezes regras básicas são ignoradas e essa negligência tem o potencial de transformar a rotina do estoque em uma bagunça.

Dessa forma, é essencial que o espaço destinado à estocagem esteja limpo, seco e organizado. De acordo com o tipo de produto armazenado, é necessário ampliar os cuidados e controlar, de forma rígida, a temperatura, a umidade do ambiente e a circulação do ar. Por fim, o lugar de cada mercadoria deve ser definido claramente, bem como os horários de entrada e saída e o que precisa ser feito a cada movimentação dos produtos.

Faça um bom inventário

Poucas coisas contribuem tanto para uma boa gestão de estoque quanto um inventário detalhado e preciso. A quantidade de cada produto deve estar indicada e atualizada a partir de contabilizações periódicas, que podem ser feitas pelos funcionários que lidam diretamente com cada um dos itens.

Entre os erros mais comuns na hora de elaborar e manter um inventário em ordem, estão um desequilíbrio entre o estoque disponível e as vendas efetuadas, a identificação insuficiente de produtos, a desconsideração da rotatividade e a adoção de excessivos processos manuais.

Utilize a tecnologia

A tecnologia é a principal aliada para evitar o emprego demasiado de procedimentos feitos manualmente. Softwares de gestão de estoque permitem que diversas variáveis sejam analisadas de forma muito mais precisa, mais rápida e sem os erros comuns à ação humana.

Com esses programas, é possível acompanhar qualquer alteração no que está armazenado, definir quais funcionários podem dar baixa de itens do estoque e controlar quais produtos têm maior saída e quais estão ficando muito tempo parados.

Defina um modelo de reposição

Outro ponto que merece atenção é a maneira como as mercadorias serão repostas. Existem duas categorias de reposição: as contínuas e as periódicas. Reposições contínuas são aquelas feitas no momento em que o estoque de um produto atinge determinado ponto. Normalmente, esse modelo é adotado para produtos caros e permite um nível de estoque sempre mais baixo, diminuindo custos.

As reposições periódicas, como o próprio nome diz, são aquelas feitas de acordo com datas pré-agendadas. O foco costuma ser produtos mais baratos que, salvo algum aumento brusco nas vendas, não ficarão em falta.

Não acumule produtos parados

Percebeu a existência de algum produto em excesso que dificilmente resultará em boas vendas? Não pense duas vezes antes de fazer promoções. Elas permitem liberar espaço no estoque e evitam que itens se acumulem sem necessidade.

Essa preocupação deve ser redobrada com produtos perecíveis, certo? Itens que estragam muito rápido geralmente demandam condições próprias de acondicionamento (o que inclui, por exemplo, sistemas de refrigeração) e um cuidado ainda maior com as datas de validade. Para ajudar nisso, vale a pena investir na técnica do “o primeiro a entrar é o primeiro a sair”: como o próprio nome diz, ela prevê que os produtos que entraram primeiro no estoque devem ser os primeiro a serem retirados.

Não existe mágica quando o assunto é gestão de estoque. Porém, as dicas apresentadas ao longo do texto são um excelente ponto de partida para quem quer melhorar os resultados da empresa. Por isso, coloque-as em prática o quanto antes!

Gostou do texto? Então, aproveite e assine a nossa newsletter, que leva ao seu e-mail o melhor do nosso blog!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário