Gestão de Negócios

4 dicas para otimizar o tempo das MPEs e ter mais produtividade

dezembro 19, 2018
Tempo de leitura 3 min

Focamos tanta atenção em recursos, como o dinheiro e a mão de obra, que às vezes esquecemos da existência de outro tão importante quanto: o tempo. É normal que quem tem uma MPE lide com uma rotina cheia de tarefas e funções a serem cumpridas. No entanto, elas devem ser organizadas para não prejudicar a produtividade e, por consequência, afetar os negócios da empresa.

Pensando nisso, trouxemos neste post dicas simples de otimização de tempo, para que você consiga aproveitar com mais eficiência cada minuto do seu dia. Acompanhe!

1. Faça um planejamento realista

A elaboração de um planejamento parece um desperdício de tempo em um primeiro momento. Esse raciocínio parte do princípio que são necessárias algumas horas para listar quais são as tarefas pendentes e como elas devem ser resolvidas.

Contudo, essa organização prévia facilita a definição de quais são seus objetivos, tanto nos próximos dias quanto em prazos mais alongados. Com isso, tem-se mais otimização de tempo, já que aquele disponível é melhor aproveitado. Mas seja sempre realista: às vezes, o plano sairá do esperado e será necessário ter flexibilidade para lidar com os imprevistos.

2. Estabeleça o que é prioritário

Dentro desse planejamento, defina o que precisa ser resolvido com certa urgência. Isso ajudará a evitar atrasos, já que é comum termos o hábito de procrastinar tarefas com prazos mal definidos ou muito alongados, principalmente se elas não forem muito agradáveis de serem realizadas.

Assim, é interessante também atribuir, sempre que possível, prazos menores para as tarefas em aberto. A chance de se perder em algo que é para ser entregue daqui a várias semanas é muito maior. Mantendo o bom senso, é possível ainda investir em metas desafiadoras, o que pode ser uma ótima ferramenta de motivação.

3. Tenha confiança para delegar tarefas

Por melhor que seja o seu desempenho, você será incapaz de fazer frente a todas as obrigações que surgirem. Logo, é preciso se cercar de pessoas capacitadas e que contem com sua confiança, para que seja possível delegar tarefas com mais tranquilidade.

Estabeleça as metas e confie no trabalho da pessoa encarregada de cumpri-las. Se você acreditou nela desde o começo para desempenhar aquela atividade, dê o espaço para que ela demonstre sua competência e entregue os resultados esperados dentro do tempo delimitado.

4. Utilize a tecnologia para automatizar processos

Nem tudo precisa ser feito de forma manual. Felizmente, a tecnologia é uma ótima aliada para facilitar a resolução de muitas obrigações, principalmente aquelas com caráter repetitivo, como controlar recebimentos ou emitir notas fiscais. Além de mais rápidas, essas ferramentas reduzem a chance de erros, resultado, é claro, em otimização de tempo por evitar retrabalho.

Do ponto de vista organizacional e da repartição das tarefas, a tecnologia pode ser empregada para montar listas compartilháveis pela internet. Com isso, fica mais simples acompanhar a distribuição das atividades e o acompanhamento em tempo real do seu progresso.

A partir do momento em que são colocadas em práticas e surtem efeito, as estratégias de otimização de tempo têm o potencial de incrementar seu rendimento, melhorar seus resultados e dar a força necessária que seu negócio precisa para crescer ainda mais.

Além de melhorar a gestão de tempo, quer também diminuir despesas? Então veja essas dicas de como reduzir custos na sua MPE!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário